O MVP de 2014/15 teve o pior registo individual desta época, somando «apenas» 22 pontos frente aos Detroit Pistons. Um número significativo para qualquer jogador, mas inferior a tudo o que Curry tem feito.

Pontos de STEPHEN CURRY esta temporada:

New Orleans Pelicans, 40 pontos (casa)

Houston Rockets, 25 pontos (fora)

New Orleans Pelicans, 53 pontos (fora)

Memphis Grizzlies, 30 pontos (casa)

LA Clippers, 31 pontos (casa)

Denver Nuggets, 34 pontos (casa)

Sacramento Kings, 24 pontos (fora)

Detroit Pistons, 22 pontos (casa)

 

Quem fez de Stephen Curry neste jogo foi Klay Thompson que ao marcar 24 pontos foi o melhor da partida. Os pontos destes jogadores foram fundamentais para vencer os Pistons e «cavar» uma boa margem. 109-95 foi o resultado final, num encontro em que os campeões «só» venceram dois períodos (o primeiro e o último), mas com grande vantagem: 27-15 e 29-19.

Nos outros dois períodos os Pistons equilibraram e venceram por pequenas diferenças, que apenas serviram para entrar nos últimos 12 minutos com a possiblidade de disputar a vitória. Em vão. Os Warriors somaram mais uma vitória, continuam invictos e lideram isoladamente a Conferência Oeste.

Na perseguição continuam LA Clippers e San Antonio Spurs, que também ganharam esta madrugada e têm um registo idêntico de cinco triunfos e duas derrotas (menos um jogo que os Warriors).

Kawhi Leonard foi decisivo na receção dos Spurs aos Sacramento Kings, com 24 pontos, e o veterano Tim Duncan foi incansável debaixo dos postes, conquistando 14 ressaltos e marcando 11 pontos. Apesar da larga diferença final de 106-88, o jogo não foi desiquilibrado. Aliás, à entrada para o último período, o parcial estava em 72-69. Os 12 minutos finais foram arrasadores por parte dos campeões de 2014, que venceram por 34-19.

Na Califórnia, uma vez mais Blake Griffin (24 pontos e 12 ressaltos) a ser fundamental no triunfo dos Clippers sobre os Memphis Grizzlies por 94-92. A três segundos do fim, Marc Gasol falhou um lance livre que daria o empate a 93 e obrigou a sua equipa a fazer uma falta sobre Chris Paul.

O base dos Clippers marcou o primeiro lance livre e no segundo falhou, propositadamente, para deixar o cronómetro correr, já que faltava menos de meio segundo para o encontro terminar.

Resultados:

Indiana Pacers-Orlando Magic, 97-84

Philadelphia 76ers-Chicago Bulls, 88 – 111

Atlanta Hawks-Minnesota Timberwolves, 107-117

Denver Nuggets-Portland Trail Blazers, 108-104

Sacramento Kings-San Antonio Spurs, 88-106

Golden State Warriors-Detroit Pistons, 109-95

Los Angeles Clippers-Memphis Grizzlies, 94-92