Oceano: «Não podemos perder a concentração»

Talvez Oceano Cruz precisasse de mais tempo para trabalhar estes jovens, mas tempo é aquilo que esta equipa tem vindo a desperdiçar desde o início da qualificação e, agora, só três vitórias consecutivas, diante da Lituânia, Inglaterra e Macedónia, podem abrir o caminho do apuramento. Depois deste «amigável», poucos ainda acreditarão nisso¿

A Selecção até nem começou mal, com alguns lampejos de Ukra pelo lado esquerdo, bem mais profícuo do que Pereirinha do lado oposto, mas Rabiola tinha pouca bola e o máximo que a equipa conseguia era usar a meia distância dos médios. O relvado e a chuva também não permitiam grande qualidade de jogo e davam mais jeito aos poderosos nórdicos, seguramente mais habituados a jogar nestas circunstâncias. Já agora, o frio também fazia com que estivessem quase em casa.

A Suécia chegou à vantagem pelo seu máximo goleador (Fejzullahu), quando nada o fazia prever, e sem ter feito nada de por ai além na primeira parte para o justificar mas a verdade é que os nórdicos precisaram de bem menos remates para abrir o marcador. Sintomático.

O pragmatismo escandinavo voltaria a dar frutos pouco depois quando Avdic, naquilo em que estas equipas são mais fortes (jogo aéreo), elevou para 0-2, na sequência de um canto. Mais uma vez, os comandados de Oceano não conseguiram reagir ao golpe e, até final do encontro, pese os disparos à baliza, raras foram as vezes em que Portugal conseguiu criar perigo efectivo.

Ficha do jogo

Estádio Municipal Eng. Sílvio Henriques Cerveira, em Anadia.

Árbitro: Vasco Santos, do Porto, auxiliado por Joaquim Freitas e Tomás Santos.

Quarto árbitro: José Rodrigues.

Assistência: cerca de 2000 espectadores.

PORTUGAL SUB-21: Ventura; João Gonçalves, Miguel Vítor, André Pinto e Fábio Faria; Adrien Silva, André Santos e Castro; Pereirinha, Rabiola e Ukra.

Jogaram ainda: Diego Silva, Rúben Lima, Pedro Moreira, Candeias, Diogo Salomão, Rui Pedro e Yazalde.

Treinador: Oceano Cruz.

SUÉCIA SUB-21: Noring; Erik Lund, Niklas Backman, Jakob Johansson e Martin Olsson; Emir Bajrami, Denni Avdic, Daniel Nordmark e Salomonsson; Emir Kujovic e Erton Fejzullahu.

Jogaram ainda: Nordfeld, Erik Nilsson, Pierre Bengtsson, Marcus Astvald, Jiloan Hamad, Par Ericsson e Agon Mehmeti.

Treinadores: Jorgen Lennartsson e Tommy Soderberg.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores: Erton Fejzullahu (52), Denni Avdic (64),

Cartões: amarelo a Nordfeldt.