ches

Manuel Fernandes foi o único português em acção. Titular, o médio não conseguiu deter Kravets, o homem do jogo, no 1-0. O ponta-de-lança desfez-se de Manuel Fernandes e Raul Albiol e colocou os ucranianos em vantagem.

Ainda assim, tanto o Valência como o internacional português redimiram-se. No final do primeiro tempo, Manuel Fernandes assistiu Marchena para o 1-1. A eliminatória estava de novo empatada, mas seriam os espanhóis a voltar com tudo no segundo tempo.

O Valência trouxe novo fulgor depois do intervalo e fez o 2-1 aos 53 minutos. Manuel Fernandes quase marcava de livre directo, mas foi Del Horno, na sequência da jogada quem festejou.

Quando quase tudo apontava para o triunfo espanhol, eis que Kravets surge de novo. O Valência pressionava, mas um erro de Albiol deixou a bola em Vukojevic. Este serviu Kravets que, cara a cara com César, não perdoou e atirou para fora de prova a equipa che e a Espanha. Agora, o Dínamo defronta os compatriotas do Metallist.