«As datas dos jogos internacionais não coincidem com as do clube, que não está, neste momento, em competições europeias e, portanto, é possível a conciliação, até porque só faltam quatro jogos para a qualificação. (...) Entre a Turquia e a Lituânia, a distância é muito grande, mas penso que vou conseguir. E com as pessoas que me acompanham, tanto aqui como na Lituânia, acho que vai ser possível conciliar», garantiu o técnico, em declarações à Agência Lusa.

A seu lado vai estar outro português, com o qual trabalhou no V. Setúbal. «O Quinito está comigo na Turquia e eu fico bem satisfeito que ele esteja aqui», assumiu José Couceiro.

A estreia na liga turca está agendada para domingo, aquando da realização da 28ª jornada, frente ao lanterna vermelha Hacettepespor, mas ainda não é certo que o técnico ocupe o seu lugar no banco de suplentes. «Estarei com a equipa, agora não posso garantir que vá estar no banco, porque isso depende da autorização da federação turca», explicou José Couceiro.

O Gaziantepspor está na oitava posição, com 38 pontos, menos 18 que o líder Sivasspor. Já a Lituânia é terceira do grupo 7 de apuramento para o Mundial 2010, na África do Sul, com nove pontos em seis jogos, menos três que a Sérvia e dois que a França (ambas com menos um jogo).