Ora, sejamos pragmáticos: O departamento clínico deu o jogador como apto, o treinador convocou o jogador, logo não existiria qualquer problema em estar apto a jogar. O jogador entendeu o contrário. Está no direito de o fazer ou não, não sei, mas é acima de tudo um profissional.

O Director do Futebol interpretou da forma que conhecemos. Na minha opinião, deveria ter sido mais reservado com assuntos do foro interno do clube, mas está no pleno direito de agir como agiu com o jogador.

Resumindo, espero que o Sporting comece a estabelecer disciplina dentro do plantel e que as coisas comecem a ser melhor geridas com a Comunicação Social. Como qualquer empresa, a Comunicação é uma ferramenta que tem de ser bem cuidada. E este episódio só revelou que o Sporting ainda tem um caminho longo a percorrer.

Espero que este episódio se resolva urgentemente sem prejuizo para o Sporting.

Direi o seguinte:

Izmailov Sim! Costinha Sim!

SAUDAÇÕES LEONINAS