Se o FC Porto arrumou parte da casa, com os empréstimos de Abdoulaye, Tiago Rodrigues e Iturbe, e a venda de Atsu, ainda ficou com Djalma, Kléber e Ventura por colocar. Turquia, pelo menos para o angolano, que já representou o Kasimpasa, pode ainda ser uma boa saída.

Também Sporting e Benfica continuam com casos pendentes complicados por resolver. No caso dos leões, Bojinov, Jeffrén, Labyad e Evaldo são os nomes dos jogadores «encalhados» com o fecho de mercado e que não farão parte das opções de Leonardo Jardim.

Já no que diz respeito aos encarnados, há o reforço Mitrovic, de quem não há registo de inscrição na Liga, Carlos Martins, Yannick e Urreta.

Carlos Martins e Yannick serão os casos mais complicados e ambos têm contratos até 30 de junho de 2016. O médio de 31 anos apresenta uma situação familiar delicada, que certamente o influenciará face a convites do estrangeiro; já o avançado, de 27, que se estreou na Seleção há cerca de três anos pela mão de Carlos Queiroz, não teve uma experiência muito positiva, na última temporada, quando esteve emprestado ao Toulouse.

Confira todas as inscrições na Liga no último dia de mercado

Recorde-se que o Benfica emprestou o reforço Lisandro López ao Getafe, vendeu Melgarejo ao Kuban Krasnodar e garantiu Siqueira, por empréstimo do Granada, nos últimos minutos possíveis, num sprint final alucinante.

Os leões asseguraram dois reforços, Vítor, do Paços Ferreira, e Ivan Piris, mas colocaram Bruma, Diego Rúbio e Ilori.