Lançado na segunda parte, o expresso de Fornos de Algodres deixou toda a gente para trás e ofereceu o golo a Mateus que na altura recolocou os madeirenses no comando do marcador. Mas não foi só isso: poucos minutos depois voltou a estar envolvido no 3-1 que garantiu o suado triunfo em Belém.

Foi um autêntico ás de trunfo que Manuel Machado tinha guardado no banco para dar a volta ao jogo. E nem o facto de ter entrado a meio desanima Candeias que perspectiva já novas vitórias para conjunto orientado por Manuel Machado.

«A primeira vitória vitória custa sempre. Já a conseguimos e, por isso, agora resta dar continuidade ao trabalho que temos vindo a desenvolver. Nos próximos dois jogos, ambos em casa [Arouca e Académica], não podemos desperdiçar a oportunidade de ganhar e é isso que vamos tentar fazer», analisou o rápido avançado formado nas escolas do FC Porto.

O jogador, de 25 anos, termina contrato com os madeirenses no final da temporada, mas garante profissionalismo e dedicação à causa insular até ao último dia em que equipar de preto e branco.

«Tenho contrato até ao final da temporada e é aqui que vou estar até ao fim a ajudar a equipa a conseguir os seus objectivos que passam por uma classificação para a Europa. Vou tentar dar o meu melhor, aliás como sempre dei aos longo dos anos em que estou aqui», garantiu o camisola 11 natural do distrito da Guarda.