Capello juntou todo o grupo antes do treino e depois brincou com o avançado. «O que estavas a fazer aos murros à bandeirola de canto? És maluco», disse o técnico. A conversa motivou muitos sorrisos, incluindo do próprio visado.

Pouco depois, Capello falou isoladamente com Rooney. De acordo com os relatos da imprensa britânica, o seleccionador terá feito ver ao jogador que não pode reagir intempestivamente. O facto de ser um jogador internacional, e uma das figuras da selecção, foi o argumento utilizado por Capello para repreender o jogador.