«Não há adversários ideais, há adversários que têm as suas capacidades e há um F.C. Porto que quer ganhar este jogo. O V. Setúbal é uma marca que temos de considerar e ter respeito por tudo o que fez no futebol português. A zona de Setúbal é uma boa zona de formação onde já apareceram jovens de grande qualidade. Sabemos que o Vitória passa por dificuldades, mas acima de tudo respeitamos o Vitória».

«A nossa obrigação é fazer um jogo sério de acordo com o nosso objectivo que é ganhá-lo. Este jogo é tão importante como os que já passaram e como os que estão pela frente. Pode parecer que não conseguimos mudar o discurso, mas não faz sentido mudar quando as ideias são as mesmas».

«Ficamos tristes quando os jogadores têm lesões ou são lesionados, mas a nossa missão, enquanto treinador, enquanto equipa e enquanto clube é dar condições aos jogadores para recuperarem rapidamente e dar a entender à equipa que vai ter de resolver as questões nos jogos».