As lágrimas de Kyle Goodwin tinham um sal histórico e toda a razão de ser. O guarda-redes foi herói, sobrevivente e revolucionário na primeira vitória de sempre da seleção de Gibraltar em jogos oficiais.

13 de outubro de 2018, os homens do Rochedo visitaram Erevan, a capital da Arménia, e venceram por 1-0, em jogo da Liga das Nações. 

Joseph Chipolina, lateral esquerdo, escreveu o único golo do jogo, através da marca de grande penalidade, no início do segundo tempo. 

Do outro lado, o conceituado Henrikh Mkhitaryan (Arsenal) e o bem conhecido Gevorg Ghazaryan (herói do Chaves no 2-2 contra o Benfica) nem queriam acreditar. Uma derrota em casa frente a uma seleção semi-profissional e que contava por derrotas os 22 jogos oficiais anteriores? Inaceitável, claro. Vergonhoso. 

É importante referir que Gibraltar já tinha duas vitórias no seu curto registo histórico, mas ambas em partidas amigáveis: 1-0 a Malta em junho de 2014 e 1-0 à Letónia em março de 2018. 

Nada sequer comparável a este surpreendente e inesperado triunfo na Arménia, para o Grupo 4 da Liga D.

LIGA DOS NAÇÕES: todos os resultados e classificações