O Vitória já não vence desde 13 de setembro e, entretanto, já mudou de equipa técnica, mas o treinador do Paços lembra que «o ciclo negativo não dura para sempre». «Não acredito que esta onda de maus resultados venha condicionar o jogo do Vitória de Guimarães, porque um dia o ciclo negativo acaba. Mas, como é natural, queremos alargar esse ciclo», disse Jorge Simão na conferência de imprensa de antevisão do jogo.

 

O treinador está confiante na potencialidade da sua equipa e até adiantou a titularidade de Miguel Vieira, Romeu e Barnes, considerando-os «um exemplo para o balneário». «Há três jogadores que amanhã [segunda-feira] serão titulares e que são um exemplo para o balneário, pelo que têm feito. Não começaram a época a titulares, mas a sua persistência levou-os a fazer, neste momento, parte das opções iniciais», sublinhou.

 

Em matéria de mérito, Jorge Simão disse, ainda, convictamente, que «o Paços de Ferreira já não pode ser considerado uma equipa sensação», uma vez que «já ganhou direito a estes lugares cimeiros sem que isso seja uma surpresa».

 

Reconheceu, para o efeito, o papel dos seus antecessores e destacou Paulo Sérgio, Rui Vitória e, mais recentemente, Paulo Fonseca.