No mínimo, um clube pode escolher 17, no máximo 25. A variação depende da quantidade de jogadores formados no clube e no país (máximo 4), independentemente da nacionalidade.

Um jogador considerado formado no clube tem de passar pelo menos três épocas completas (irrelevante se são consecutivas) nesse mesmo emblema entre os 15 e os 21 anos.

Na lista secundária, podem ser inscritos futebolistas nascidos a partir de 1 de janeiro de 1992 e que tenham jogado duas épocas consecutivas no respetivo clube, em qualquer período, desde os 15 anos.

Confira a lista de inscritos:

Guarda-redes: Helton e Fabiano;

Defesas: Maicon, Alex Sandro, Fucile, Otamendi, Danilo, Mangala e Reyes;

Médios: Defour, Josué, Herrera, Fernando e Lucho;

Avançados: Licá, Varela, Ricardo, Izmaylov, Ghilas, Quintero e Jackson.

Lista B: Kadú e Caio (guarda-redes); David, Tiago Ferreira, Mikel, Tomás Podstawski, João Costa, Frederic Maciel, Tozé, Rafa, André Silva, Gonçalo Paciência, Belinha, André Ribeiro, Nancassa, João Graça, Bruno, Francisco Ramos, Vítor Andrade, Marcelo, Luís Mata e Ivo.