Vasco Seabra, treinador do Paços de Ferreira, em declarações na sala de imprensa após a derrota contra o FC Porto:

«Não entrámos bem, mas fomos equilibrando. Fomos projetando a equipa e até criámos situações de golo. Depois a reação do FC Porto foi natural. Perto do intervalo, o jogo estava equilibrado e estável. Sofremos um golo de penálti».

«Quis que a equipa fosse afoita e agressiva no segundo tempo, mas o terceiro golo foi um soco no estômago. Isso condicionou toda a nossa segunda parte, mas produzimos algumas coisas que temos vindo a desenvolver. Ainda tivemos duas situações de perigo na baliza do FC Porto.»

[Sobre a época pacense]

«O campeonato foi instável. Tivemos a mudança de treinador, a equipa foi desenvolvendo ações mais consistentes e chegámos aos 35 pontos. Queríamos estar mais acima na tabela, mas estamos a preparar-nos para ser um clube para lutar sempre pela primeira metade.»

[Sobre o comportamento do FC Porto]

«Se o Benfica já fosse campeão, sabíamos que o FC Porto podia entrar com alguma desmotivação, mas sem tensão. É sempre algo difícil de avaliar. Acima de tudo quisemos ser agressivos e ofensivos.»

«Senti alguns jogadores do FC Porto mais libertos, a fazer coisas que não fizeram noutros jogos. Por alguma tensão, se calhar.»