«Eu, como jogador do Real Madrid e da Selecção Nacional, devia ter pensado mais na minha atitude, porque, infelizmente, sou um ser humano e agi de cabeça quente. Não cometi nenhum crime, não matei ninguém, mas estou bastante arrependido pela minha atitude e pela forma como vivi aquele momento», explicou o central português do Real Madrid, em declarações à TVI.

Pepe pede desculpa, em declarações à TVI

Os merengues acabaram por ganhar 3-2 já sem Pepe em campo, que no final pediu desculpas a Casquero e a todos os que testemunharam a agressão.

«O Higuaín sofreu penalty, o árbitro não assinalou e num lance a seguir sofremos o contra-ataque e, pronto, fiz penalty. Estava quente e logo depois do jogo arrependi-me. Sabia que tinha feito uma coisa muito má e, por isso mesmo, pedi desculpa a todos os adeptos, ao jogador também e ao árbitro pela minha atitude», lamentou.