«Já sabíamos que o F.C. Porto não era imbatível. Ainda não ganharam a Liga, e sabem disso», defendeu o treinador das «águias», na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Marítimo.

O F.C. Porto ficou recentemente privado de Lucho e Hulk, enquanto que o Sporting se tem debatido com várias «baixas», mas Quique desvaloriza uma eventual vantagem do Benfica: «Primeiro temos de vencer o nosso jogo, e só depois ver se os adversários se ressentem. Também já fizemos alguns jogos sem elementos importantes. Nas últimas semanas não temos contado com o Luisão. Daquilo que conheço dos treinadores do F.C. Porto e do Sporting, penso que terão as respostas necessárias.»

E numa semana em que Jesualdo Ferreira e Paulo Bento lançaram argumentos sobre o momento actual da arbitragem, Quique Flores voltou a alhear-se da temática. «Cada um tem a sua estratégia. Eu tenho a minha opinião, mas não exteriorizo», respondeu.