«Esta é uma selecção que está a fazer uma preparação programada e atempada para poder participar em grandes competições internacionais. Toulon é apenas mais uma etapa, tal como o torneio da Lusofonia, em Julho», disse Caçador, citado pela agência Lusa.

A selecção nacional de sub-21 encontra-se a realizar um estágio de dois dias em Rio Maior, para preparar o Torneio de Toulon, no qual Portugal vai defrontar o Chile, a França e o Qatar. Os objectivos «são os de sempre», garante o técnico dos jovens.

«Numa primeira fase a qualificação. Se Portugal chegar à fase final irá assumir-se, tal e qual as outras equipas», anteviu Caçador. O treinador luso acredita que os jogadores nacionais vão estar «em grande forma», adiantando que «quem não estiver em Toulon, estará nos Jogos da Lusofonia.»

Rui Patrício também falou aos jornalistas e prometeu «fazer o melhor para chegar o mais longe possível». «Queremos ganhar, esse é o principal objectivo, e mostrar que temos valor, temos uma boa equipa e prepará-la para quando chegar o apuramento», disse o guarda-redes.

O estreante Luis Aurélio, do Santana, prometeu «empenho e trabalho» para esta passagem na Selecção Nacional, mas admitiu estar «um pouco nervoso» com a responsabilidade de vestir a camisola das quinas. O jogador do clube madeirense define-se como um atleta de «grande entrega e boa distribuição de jogo» e antevê que «a chegada (à selecção) abra portas para um salto.»