A Federação da Rússia anunciou nesta sexta-feira a extensão do vínculo até 2020 com o selecionador da Rússia, Stanislav Cherchesov, com mais dois anos de opção.

«Stanislav Cherchesov vai treinar a seleção russa nos jogos da Liga das Nações e na qualificação para o Euro2020», pode-se ler no comunicado emitido pela federação russa, que destacou ainda o «trabalho bem-sucedido» da Rússia na competição.

Em reação, Cherchesov mostrou-se «ciente» da sua responsabilidade e garantiu que a seleção fará o seu «trabalho com dignidade».

 

No comando técnico da seleção desde 2016, Cherchesov viu a Rússia ser eliminada nos quartos de final no Mundial 2018, diante a vice-campeã Croácia nos penáltis (3-4), depois de o marcador registar um empate a duas bolas entre as seleções.

Foi a primeira vez na história do país, que a Rússia conseguiu alcançar os quartos de final de um Mundial.

 

Recorde-se que selecionador de 54 anos é um dos onze treinadores nomeados na categoria de melhor treinador do ano, pela FIFA.