«Esse é um assunto do departamento médico,mas todos conhecem o Cristiano e sabem da sua vontade de ajudar a Seleção. Acredito que no final vai jogar. Contamos com ele», disse Vieirinha nesta quarta-feira.

Caso Ronaldo fique de fora, Vieirinha diz que Paulo Bento «encontrará uma solução credível», mas sempre manifestando confiança na recuperação do craque do Real Madrid. «A situação não afeta o grupo. É preocupante, mas o mister encontrará soluções. Não acredito, mas se isso acontecer temos qualidade para o substituir», reforçou.

Em todo o caso o jogador do Wolfsburgo diz que a presença de Ronaldo «aumenta a confiança» do grupo. «Toda a gente sabe da sua qualidade. Penso que vai estar connosco», disse uma vez mais.

Paulo Bento já teve de trocar Hugo Almeida, Danny e Beto por Nélson Oliveira, Licá e Anthony Lopes, mas o otimismo mantém-se. «É complicado. Todos querem ajudar a Seleção, mas não estavam em condições e o mister decidiu chamar outros que também vão dar o máximo para ajudar a Seleção», disse Vieirinha.

«Ranking não conta»

Embora o poder futebolístico da Irlanda do Norte seja reduzido, Vieirinha alerta para as dificuldades que Portugal vai encontrar. A derrota da Rússia naquele reduto serve de aviso.

«O ranking não conta como há alguns anos. Todas as equipas são difíceis. Temos de correr e trabalhar», afirmou o extremo.

O jogador do Wolfsburgo apontou ainda «o contra-ataque e o jogo áereo» como principais trunfos do adversário de sexta-feira, e deixa a receita para superar essas dificuldades: «O nosso forte não é o jogo aéreo, o jogo direto. Temos de fazer o nosso jogo, pelo chão. Não será fácil, mas se estivermos ao nosso melhor nível vamos conseguir um bom resultado.»

Questionado se a derrota da Rússia na Irlanda do Norte tinha devolvido a esperança lusa de chegar ao primeiro lugar, Vieirinha lembrou que a seleção orientada por Fabio Capello continua em vantagem. «Acreditamos na nossa qualidade mas ainda dependemos da Rússia. Temos de ganhar os nossos jogos e esperar pelos resultados da Rússia», afirmou.