Por se tratar da reedição da eliminatória da Taça de Portugal do ano passado que ditou a passagem da equipa da serra da Freita? Podia ser. Mas não foi. A reação do central teve a ver com aquilo que muitos chamam de simples coincidências. Ou será destino?

Durante o ensaio para a cerimónia realizada na última terça-feira, Miguel Oliveira já tinha retirado as mesmas bolas, mas o que não esperava era uma reedição da «parelha» quando o sorteio foi a sério.

Aconteceu assim, e a eliminatória entre o Beira Mar e o Arouca será, certamente, um dos aliciantes desta fase da prova, juntamente com o Leixões-V. Guimarães ou o Moreirense-Gil Vicente.

No plano do campeonato, a equipa treinada por Pedro Emanuel prossegue o plano de preparação para a deslocação à Madeira, onde enfrentará o Nacional no próximo domingo. Soares e Paulo Sérgio estão fora da partida, mas Henrique, Mika e Romário já se encontram recuperados.