«Acho que os vencedores do nosso jogo vão acabar campeões. O Barcelona bateu grandes equipas da Europa, nós vencemos a Juventus e o Liverpool, portanto, quem vencer a taça derrotou os melhores», começou por dizer o defesa brasileiro à imprensa inglesa.

Para Belletti, o timing do confronto entre os blues e os blaugrana é que está errado. «Acho que as pessoas pensam que este jogo poderia ser a final. Obviamente há outras boas equipas, como o Manchester, mas o Barça e o Chelsea são as melhores dos seus campeonatos neste momento. É pena não ser a final», repetiu o lateral direito.

Sem medo de defrontar a sua antiga equipa, a quem não poupa elogios, Belletti está convencido que vai ser uma eliminatória equilibrada. «Ninguém é imparável. Quando joguei no Barça mostrávamos excelente futebol, mas ninguém se achava imbatível. Eles estão a jogar a um nível muito alto, com ou sem bola. Os jogadores do Chelsea estão avisados e preparados para isso», confidenciou o brasileiro.

Para o defesa, a meia-final da Champions pode ser decidida por pormenores ou... pelas estrelas de cada um dos clubes. «Nós temos grandes jogadores, mas também uma grande equipa. Drogba, Lampard, Terry, Anelka estão em grande forma. No Barcelona, Lionel Messi, Henry ou Etoo podem decidir num momento de inspiração. Nós não podemos é sofrer golos em casa», avisou.

Belletti é da opinião que a motivação faz a força. «O que nós faz mais fortes é o desejo de ganhar a Champions League. As nossas fraquezas dependem do dia, mas somos capazes de ir a Camp Nou e não perder. A segunda mão vai ser decisiva», augurou o internacional canarinho.

Aos 32 anos, depois de passagens por Cruzeiro, São Paulo, Villarreal e Barcelona, Belletti afirma-se feliz no seio blue e com vontade de prolongar a carreira em Londres. «Nunca estive num clube como o Chelsea, que quer sempre mais e mais. Alguns jogadores já ganharam tudo mas nunca deixam de lutar por mais coisas», finalizou o lateral