O jogador, de 27 anos, chega ao Benfica emprestado pelo Granada por um ano, com opção de compra.

Antes, por volta das 22:45 horas, o jogador chegou a ser dado como certo no Real Madrid, com Fábio Coentrão no Manchester United. Duas operações que falharam.

Por essa altura, Javier Rufete, diretor de comunicação do Granada, confirmou ao «Maisfutebol» que Siqueira estava a tratar de tudo para ser jogador do Real Madrid.

A situação estava relacionada com a possível mudança de Fábio Coentrão para Manchester. Faltava confirmar se as respetivas transferências entravam a tempo nos serviços da federação.

Ora, de acordo com várias informações recolhidas em Inglaterra, a inscrição de Fábio Coentrão pelo Manchester United não foi feita em tempo útil.

Perante isto, o lateral português voltava a ser jogador do Real Madrid e Siqueira ficava repentinamente sem espaço no plantel de Carlo Ancelotti.

O «Maisfutebol» voltou a conseguir falar com Álvaro Torres, empresário de Sequeira, quando faltavam 20 minutos para o fecho do mercado de transferências em Portugal.

Nesse momento, o agente confirmou ao nosso jornal que todo o processo voltara atrás. A papelada para oficializar Siqueira no Benfica estava a ser preparada a toda a velocidade.

Deu entrada nos serviços da Liga portuguesa a cinco minutos da «deadline».

O dia mais longo, certamente, na carreira de Guilherme Siqueira.

[artigo atualizado]