O capitão do F.C. Porto deslocou-se ao Hospital S. João e entregou uma camisola autografada ao jovem Diogo.

Nesta altura, o adolescente faz quimioterapia mas teme que o tratamento não seja totalmente eficaz e acredita que a sua cura passa pela Alemanha, necessitando como tal de apoios financeiros.

Pelo meio, Diogo Soares procura manter o sorriso e ficou deliciado com a visita de Lucho González. O jovem adorava jogar futebol mas, aos 13 anos, começou a sentir dores intensas no joelho direito. Era o tumor. Foi operado, conseguiu voltar a andar mas a doença voltou a aparecer. A luta continua.