Declarações de Rui Vitória, treinador do Vitória de Guimarães, na sala de imprensa do Estádio D. Afonso Henriques depois do nulo diante do Belenenses:

«É sempre complicado no final dos jogos, os olhos vêm sempre o que queremos ver. Tivemos ali algumas chances de golo, mas temos que destacar a coesão do Belenenses. Por alguma coisa tem tantos empates. Se a coesão é sinónimo de justiça, o resultado é justo. Se as oportunidades entram nestas contas aí merecíamos outro resultado.»

«Tivemos dificuldade em empurrar a bola para dentro da baliza, tentamos, mas não entrou. Na primeira parte tivemos dificuldades em raciocinar. O jogo não foi tão fluido como queríamos e como a equipa do Belenenses precisava. Na segunda parte fomos mais convictos e já jogamos mais no meio campo do adversário, e raramente o Belenenses foi à nossa área. Tivemos muitas bolas ali na área, mas a bola não entrou.»

[Equipa talhada para jogar fora?]

«É mais fácil defender do atacar, e as equipas fora não têm obrigação de assumir o jogo. Os jogos são um aproveitar de erros e em casa há uma preocupação em assumir mais o jogo, e isso não é fácil. As equipas vêm mais fechadas, mas nos lances que fizemos tínhamos que fazer golo».

[Marco Matias?]

«Fruto do processo de renovação, não estavam reunidas as condições para jogar. Ponto final. Não se i se nos próximos estará, vamos ver».