Uma semana invulgar para o treinador que não pode contar com muitos jogadores que estiveram envolvidos nos jogos de qualificação para o Mundial 2014. Só nos jogos da Sérvia estiveram quatro. «A maior parte dos jogadores chegaram ontem, outros chegam hoje. Só hoje é que vou ver como estãoo Markovic, Djuricic, Sulejmani, o Maxi, são tantos que até me vou esquecer de algum. O Oblak também. Vou encontrá-los hoje no treino pela primeira vez nestes dias todos», começou por dizer o treinador.

Cardozo, desta vez, não foi convocado e, depois de ter surpreendido Jesus há quinze dias, agora estará mais do que pronto para jogar de início. «Disse que me tinha surpreendido em termos físicos. É natural que com mais duas semanas de treino que agora esteja melhor», referiu.

Sem Gaitán e Salvio nas alas, Markovic e Enzo Pérez parecem ser as soluções mais óbvias, até porque Jesus não parece disposto a mudar a tática. «Uma coisa não implica outra. Neste momento os únicos nas alas que temos disponíveis são o Ola John e o Markovic. O Enzo também jogou toda a vida naquela posição, fomos obrigados a arranjar outra posição, mas se quiser pode jogar ali e se calhar é onde mais gosta de jogar», referiu ainda o treinador.

Depois de toda a polémica que se seguiu ao final da Taça de Portugal, Cardozo foi suplente utilizado na última jornada, em Alvalade, e agora pode ser titular no sábado. Jorge Jesus não se sente fragilizado com a questão. «Quem disse que ficava fragilizado? Só respondo sobre o que penso, não sobre o que os outros pensam», atirou.