Jürgen Klinsmann, selecionador dos Estados Unidos, espera um «jogo emocional» com a Alemanha, mas garante que a sua equipa quer vencer e passar à próxima fase em primeiro lugar no Grupo G.

Antigo técnico da seleção germânica, entre 2004 e 2006, Klinsmann teve como adjunto Joachim Löw, atual selecionador da Alemanha.

«Vai ser um momento especial. É algo que não sucede todos os anos. Provavelmente, será um jogo único. Por isso, o objetivo principal é usufrui-lo», reconhece o treinador alemão.

Com uma igualdade, Alemanha e Estados Unidos asseguram a qualificação, mas Klinsmann garante procurar a vitória: «Empatar não está no nosso ADN, nem sequer no da Alemanha. São duas seleções que vão lutar por um resultado que lhes permita terminar em primeiro o grupo. O nosso objetivo é vencer a Alemanha e ficarmos em primeiro, para jogarmos com o segundo do outro grupo [H]», afirma o técnico dos EUA.